domingo, 28 de fevereiro de 2010

HISTÓRIAS

(Gosto muito desta história,conto para os meus alunos,achei que seria interessante compartilhar.)
PATO PATARECO
Era uma vez ,um menino chamado Daniel Adalberto que tinha um pato chamado Patareco.Ele morava nesta casa...



Perto da sua casa havia um lago havia um lago que tinha uma ilha no centro e um certo dia,logo pela manhã,o Daniel Adalberto não conseguiu encontrar o seu pato e resolveu ir a sua procura


O Daniel adalberto resolveu ir até lá para ver se encontrava o pato Patareco.

Pelo caminho foi chamando:- Pato Patareco!Pato Patareco,onde é que tu estás?
Chamou,chamou e nada!Resolveu então ir procurar no meio do canavial que ali existia e passou pelo meio das canas todas,chamando sempre o seu pato Patareco.Mas ele nada de aparecer!

Foi nessa altura que Daniel Adalberto reparou em duas tendas de campismo que estava mais abaixo e pensou em ir perguntar aos campistas se por acaso não tinha visto por ali o seu pato Patareco...




Se assim pensou, melhor o fez e foi logo perguntar-lhes:-Os senhores não viram por aqui um pato muito bonito?É o meu pato Patareco e eu não consigo encontrá-lo - Não,por aqui não vimos pato nenhum!Responderam eles.

Já desanimado o Daniel Adalberto resolveu voltar para, tanto mais que já estava cansado de andar à procura do pato Patareco...por isso foi por um caminho mais perto.



Mas,quando lá chegou,lembrou-se que tinha deixado o portão aberto e foi fechá-lo antes de ir se deitar.



Um pouco triste meteu-se na cama e foi então que ouviu:Qua,qua,qua...




Pois é!Afinal ali estava o seu pato Patareco e andava ele à sua procura!




(Autor:António Torrado - 1976)


(Esta história você vai contando e desenhando no quadro, até que no final da história, surge o desenho do pato.)






2 comentários:

Isaias Medeiros disse...

Olá

Uma postagem muito interessante, assim como o restante do blog. Parabéns pelo seu trabalho, já estou sendo seu seguidor.

Se também desejar me visitar, conhecer minhas idéias, trocar links ou seguir meu blog, visite:
Um pouco além do óbvio.

Abraço.

N'Ele, a autoridade máxima em matéria de salvação.

Rose Rodrigues disse...

Gostei de ter encontrado esta historia...conheci ela fazendo o magistério...uma das professoras levou na sala e contou pra gente ...adorei e comecei a contar para meus alunos...guardei tanto que perdi...